A palavra conduz... o exemplo arrasta!



Ten Moscone e Ten Conegundes... acho que é a cadela Diana

Muitas vezes ouvi comentários do tipo “Vc era Oficial do Exército... vida mansa...”.

Será que era assim mesmo?

A foto acima me faz lembrar que nem tudo foi um mar de rosas. Este foi um exercício de treinamento somente para o Quadro de Oficiais e Sargentos do 2º BPE e... ralei tanto quanto no Curso do CPOR ainda como Aluno. Foram incansáveis e inúteis reconhecimentos morro acima, deslocamentos em mata fechada, marchas e patrulhas que cortaram madrugadas e que realmente nos levaram ao cansaço total. Tudo isto na época de “baixa” no quartel, ou seja, quando as coisas estavam mais calmas e teoricamente deveríamos nos preparar para a próxima turma de recrutas.

Outra coisa que ninguém percebe é que para o recruta ser acordado as 06:00 h. alguém tem que ir até lá tocar o terror... e para isto todos Oficiais e Sargentos tinham que acordar, no mínimo 05:00 h. da manhã e se apresentarem prontos para a Alvorada da tropa. Fardados, barbeados e... dispostos. Não esqueçamos tb do pernoite. Se o recruta ía dormir as 03:00 h. da manhã... nós íamos as 04:00 h., porque sempre estávamos presentes ao apagar das luzes. E toca acordar as 05:00 h. da manhã no dia seguinte. Sacanear os outros não é fácil. Exige empenho e disciplina.

Isto acontecia com maior frequência nos acampamentos do período básico. As condições dos Oficiais não eram tão diferentes das dos soldados, tendo em vista que tb aproveitávamos para nos preparar para a situação de combate real. Aliás... os recrutas passavam por isto uma vez na vida e apenas por 7 dias. Os profissionais (Oficiais e Sargentos) repetiam aquilo a cada ano.

Fatos...

As barracas eram as mesmas, porém dormíamos em camas de campanha. Vc já dormiu em uma cama de campanha? No final das contas, talvez o chão fosse melhor.

A comida era a mesma... só que em pratos e com talheres... porém a mesma, que por sinal era muito boa, afinal o Rancho estava em treinamento para poder deixar toda a Tropa confortável em uma situação real. Certa vez o Rancho desandou e metade da tropa foi parar no banheiro... deu cadeia pra todo mundo do Rancho, inclusive o Tenente responsável.

O banho... não existia... para ninguém. Talvez algum Oficial Superior (Major ou Coronel) se aproveitasse do chuveiro da Casa de Apoio que existia dentro do acampamento. Acho pouco provável. Eu costumava nadar e me limpar no “Freezer” (Lago) do acampamento, só isto.

Veja bem... nem mesmo falei sobre a responsabilidade de levar mais de 100 jovens para acampar, todos armados de fuzis e inexperientes. Graças a Deus nunca tivemos uma desgraça. Não sei se suportaria o peso disto... de além de perder a vida de um ser humano sob minha responsabilidade, ter de encarar uma mãe que não poderia mais abraçar seu filho.

Abraço



0 comentários:

Postar um comentário