Rotina Militar

 Rottweiler PE Arthur, eu acho...
"É... tirei muito serviço de Oficial de Dia na PE e torrei muito soldado na Parada!"

Parada Diária: É uma das rotinas da caserna onde a guarnição que entra de serviço é avaliada. No vídeo até o totó esta em forma para a revista. Durante a Parada é verificada desde a documentação e o fardamento até o corte de cabelo, e aki eu faço uma pausa.

Todo soldado/cabo possui um "cartão de cabelo" que constitui um documento onde se controla a frequência de corte de cabelo do referido militar. Funciona assim, o soldado/cabo primeiro corta o cabelo "dentro do padrão", o popular Reco, e depois solicita a aprovação (Assinatura) de algum Oficial da sua Unidade, simples assim. Claro que só isto não exime estes militares de, mesmo estando com o cartão de cabelo em dia "com as mensalidades do baú", serem punidos por estarem com o corte de cabelo fora do padrão. Complicou? Desculpe, é assim que o negócio funciona. E funciona.


Postura, fardamento impecável, documentação em dia e barba feita. Alguns dizem que utilizavam algodão para saber se o camarada fez a barba corretamente. Lenda. Nunca vi ninguém fazer isto. E se alguém fez isto algum dia é porque queria causar. Na parada pode-se avaliar perfeitamente se o cara raspou a fuça. Deixem de história.
  
Eu costumava ser bastante razoável na revista, mas quando pegava um barbudo...

- Gosto muito de te ver leãozinho... Caminhando sob o sol, leãozinho...

Cantava a musiquinha do Caetano pro praça e... torrava o cara!

Funcionava assim, o Sargento Adjunto acompanhava o Tenente na revista e ía anotando o nº dos caboclos que o Tenente mandaria pra "Hora do Pato". Outra pausa...

A Hora do Pato era uma espécie de chance que o bisonho tinha para se explicar pro Comandante de Cia dele. Convenceu, tá liberado... Não, "teje preso"! Legal, né? Coturno mal engraxado, cartão de cabelo vencido, barba mal feita, e assim vai... Hora do Pato. E posso dizer que provar inocência na Hora do Pato era tão difícil como lamber o cotovelo.

Sobre a barba já falei, documentação e fardamento sem novidades, mas e a postura? Eu me referia a atitude de um militar sempre que está em forma. A tal da imobilidade. Mexeu, Hora do Pato. Coçou, Hora do Pato. Espirrou, Hora do Pato. Mosquitone dentro do nariz, Hora do Pato. Ai, ai, ai... em frente...

Após a Parada ainda rola um "desfile" da guarnição para o comandante da tropa. Detalhe para a Fanfarra. O som é meio mequetrefe porque ela é formada apenas por soldados que estão no serviço militar obrigatório de cada ano. Ela tem a finalidade de acompanhar as atividades básicas e de rotina na Unidade. Não confunda com as diversas Bandas do Exército, ok? Atenção tb para os totós que participam do desfile. Percebam que eles "marcham" ao lado dos condutores e sem o uso da guia. Chique né?

Hasteamento da Bandeira: Pára tudo! Este é o momento do nosso Pavilhão Nacional ser cultuado de uma forma exemplar. A pequena cerimônia diária é comandada pelo Oficial de Dia e a bandeira é conduzida pelo Sgt Adjunto, escoltado por dois soldados. Sempre em atitude marcial. Todos os dias pela manhã e ao final da tarde, antes do sol se por. Peço desculpas por não ter gravado a entrada da bandeira, acho que eu estava tomando café no Cassino do Oficiais  (Refeitório) neste momento.

O corneteiro dita o ritmo da subida/descida da bandeira e, todo o contingente na caserna, pára pra saldá-la. Isto mesmo, até quem está dentro de uma sala qualquer deve se levantar, ficar voltado para a direção em que ocorre o hasteamento e prestar continência durante a execução do toque de corneta. Tipo como o muçulmano faz em relação à Meca, tá ligado? No banheiro, futebol, refeitório, e assim por diante. Levanta e presta continência. Estranho, diferente? É desta maneira em todos os Quarteis do Exército.

Podem dizer que é exagero e que o militar está a um passo do ridículo, mas quem passou pela vida militar entende como a preservação dos valores é tão importante na manutenção de uma instituição, condução de uma família ou na formação do caráter.


Abraço



16 comentários:

Anônimo disse...

Moscone, vc esqueceu da famosa frase 'EXPLICA MAS NÃO JUSTIFICA". abs Alvarenga

Alexandre Moscone disse...

Aliás, dá pra fazer um post só sobre as frases da caserna... todas ridículas!!! Mas tão sonoras e q alegram o moral!!! Hahahah

Abraço

Anônimo disse...

mandou bem, bola ai para todo mundo colocar as frases, e jargões p/não dizer girias que lembrarem da caserna.
Lá vai alguns:
Fanfarrão, Bizonho, zaralho, baba ovo, peixe, caga pau, colar as placas, papiro, larangeira, Aluno(e), cú de tropa,fora qdo te chamarem e vc fechar os punhos, pq c levantar o dedo, vai dazer coco.
abs Alvarenga

Alexandre Moscone disse...

Hahahah Só com estes q vc mandou já faço um post! Vou juntar tudo isto e mais um pouco e escrever alguma coisa q se encaixe! rsrsrsr

Abraço

Anônimo disse...

eu cheguei em cima da hora na parada diaria, porem o adjunto nao apresentou a parada ao oficial de dia.
vou tomar uma FATD.
pergunta: to pasivo de puniçao por atraso msm a parada nao tenha sido apresentada ao oficial?

Alexandre Moscone disse...

Cara... os atrasos são passíveis de punição independentemente do evento ou posto/graduação do superior que determinou o horário de chegada. Estou fora do EB a mais de 10 anos e mta coisa mudou... até recurso pra hora do pato já existe! Rsrs

Abraço

Moscou

Anônimo disse...

mosconi vai da meia hora de bunda,vao se fazer duas decadas que isso aconteceu,e vc aqui com essas histórinhas,vida de ten cpor é assim,dao tudo pra eles,e depois tiram tudo,nao sobra nada,no caso seu mosconi,vc teve que sair do brasil pra tentar ser algfuem,reza pra ter guerra ,ai vc volta como capitao,vc milani,leonardo,tem que viver do passado para satisfazerem o ego,para se auto afirmarem,esse posto de ex oficial do exercito nao vale nada,vc fala de trauma que alguns praças tem do eb,.mais o mais traumatizado é vc que depois de duas decadas ainda esta nessa,tem soldado daquela época que hoje é juiz de direito,emoresario,nunca vi um cara tao babaca como vbc,bumbo no pé direito e um dedo bem grande no seu rabo, ia me esquecendo o simoes jr ja é coronel

Alexandre Moscone disse...

Eu me divirto mto com estes comentários! Rsrs

Cara... desculpe... vc é um dos traumatizados! Falhei com vc! Hahaha

Aliás... eu e seus pais falhamos tanto na construção do seu caráter qto na sua educação... acho q irei para o inferno! hahaha Seus pais não... espero eu.

Obrigado por acompanhar o Blog... de coração! Hahaha

Abraço

Moscou

Anônimo disse...

EX OFICIAL SUBALTERNO E CARENTE.KKKKKKKKKKKKKK

Anônimo disse...

VC NEM SABE QUEM SOU EU,SÓ LEU O TEXTO ACIMA E VEM FALAR DO MEU CARATER,PRA SE DISCUTIR CARATER,TEMOS QUE TER MUITOS FUNDAMENTOS,INFORMAÇOES CONCISTENCIA RIQUEZA DE DETALHES,ETC,SUPERFICIALMENTE E BASEADO NO ACHOMETRO VC ME JULGA COMO MAU CARACTER,VC É MUITO VAGO,FALAR ATÉ PAPAGAIO FALA E QUEM GANHA NO GRITO É DOM PEDRO,MOSCONE MENOS PRA VC,CERTO ESTAVA O CEL DO QG QUANDO MANDOU TE PRENDER LA NO PARQUE DO IBIRAPUERA VC CONTA TODAS AS SUAS SUPOSTAS FAÇANHAS AQUI,PORQUE NAO CONTA ESTE CASO TB,ESSA VC NAO CONTA,SÓ DEI UM EXEMPLO DO SEU CARATER,SEUS PAIS QUE SIM FALHARAM,E VC NAO TEVE COMPETENCIA NEM PRA MELHORAR O SEU CARATER E VEM FALAR DO MEU

Anônimo disse...

esse mosconi [e um babaca ,vivia da venda de dvds que filmou na época dele do exercito,fez mais inimigos la do que amigos

Alexandre Moscone disse...

Meninos... qtas pedras nestes corações?!?! Hahaha

Sejam felizes e continuem lendo meu blog... adoro audiência! Rsrs

Sobre o evento do Ibirapuera... kro escrever, mas estou sem tempo.... na época me dei mal, mas hj acho engraçado... como td na vida... inclusive seus comentários! Hahaha

Não coloco somente histórias em q me dou bem... olhem o post "O Tombo" q vcs verão q tb me ferro as vezes! Rsrs

Sigam suas vidas e... aprendam a escrever! Hahaha

Abraço

Anônimo disse...

Caraca o Oficial de Dia parece uma baleia de gordo não deve fazer nem 2500 no TAF heheheh

Rodrigo Pinna disse...

servi em 1997 na 1.a Cia vc já estava no QG, nao tive a oportunidade de conhece-lo, mas os N.Bs se referiam a sua pessoa mt bem! Hj sou GCM de SP! Gostei mt do seu blog pude rever algumas figuras, como o Ten Maia que tive a oportunidade de encontrar alguns anos atrás! O mais interessante é que antes do facebook vc já era um cara multimidia!
Um grande Abraço! Parábens pela honrosa trajetória militar e sucesso na sua vida civil!
Uma Vez PE sempre PE!

GCM Pinna (ex- Soldado 763 Pinna )

Anônimo disse...

Servi em 1988 e 1989, hoje sou Administrador de Empresa e tenho uma Gráfica, tenho muito orgulho de ter servido no 2BPE, militarismo é assim, quem não gosta de recordar é que foi um lixo como militar e deve ser um lixo como civil, quem foi seu amigo nessa época lembraremos pela vida toda. E as trnaqueiras também lembraremos, mas na vida civil nçao muda muito do que no quartel, tem gente boa aos montes e tranqueiras também aos montes. Selva !!! Como dizia o tenente Angonese hoje Coronel que foi comandante do nosso 1º Pelotão da 2º cia 1988 / 1989.

Paulo Reis disse...

Moscone, estou aqui mostrando ao meu filho as minhas imagens na formatura de braçal e muito emocionado em voltar anos e anos no tempo e rever amigos que nunca mais vi, espero que um dia Deus reuna todos este irmão de farda novamente e caso alguém do ano de 1996 - 1998 pelotão de transporte CCS, comandado pelo Ten. Leonardo ver este post vamos organizar para nos reencontrar. Sobre o Moscone só tenho a agradecer este momento.
Soldado Henrique CCS.

Postar um comentário